Veja como por engano as camisas Dudalina surgiram

camisa-social-feminina

Sim você não leu o título errado! Sim, a empresa Dudalina assim como suas camisas surgiram por engano.

Bem verdade que um conjunto de fatores levam a criação de uma empresa, mas neste caso, foi mesmo por engano, descuido ou como melhor você queira interpretar.

 

Tudo se inicia com um sonho (e o sonho não tinha nada a ver com a Dudalina…pelo menos ainda)

Em meados de 1950 um casal apaixonado tem um sonho de vida, ter 20 filhos em seu casamento e para isso gostariam de ter seu próprio negócio, para assim ter seus filhos trabalhando em harmonia e união. Bem verdade que nada disso aconteceu durante os anos seguintes da marca Dudalina, mas, continue lendo que iremos chegar lá.

E com esse desejo os dois resolvem investir em um comercio onde se vendia de tudo um pouco, desde panelas, ovos e remédios.

Pode parecer estranho, mas, naquela época este tipo de comercio era comum, talvez ou muito provavelmente, tenha vindo daí a ideia de supermercados ou hipermercados.

O comercio ia de vento em polpa e os filhos também iam chegando, ano apôs ano e, na sétima gravidez de dona Adelina, já quase para ganhar o bebê, a mesma se ausenta do dia a dia do comércio e em breve seu Duda, cometeria um erro que mudaria para sempre os rumos de suas vidas para sempre.

 

Por um erro a Dudalina iria nascer

Como dona Adelina estava fora dos negócios por um tempo, seu Duda sai para fazer as compras de reposição de estoque e, em uma dessas compras ele foi iludido por um de seus fornecedores a comprar um lote muito grande de tecidos para vender em sua loja.

Tudo parecia bem e parecia ser um lucrativo negócio, mas, apôs comprar o tecido seu Duda constatou que o mesmo não vendia nem sequer meio metro em meses que estava ali.

Seu Duda até tentou negociar com fornecedores aquele tecido encalhado e quase mofando em seu estabelecimento, mas, nada parecia dar certo, sempre havia um entrave nas negociações que impedia a venda.

Foi então que dona Adelina apôs retornar de sua gestação, resolve aprender a costurar profissionalmente e criar camisas masculinas.

Foram alguns meses até o domínio total do curso de corte e costura, mas, aquela mulher era determinada e viu ali uma oportunidade e tanto de negócios para conseguir criar com conforto seus filhos.

 

A marca Dudalina teve muito sucesso e com isso um desejo nascia

Apôs grande sucesso a marca necessitava de um nome comercial. Com a junção do nome Duda e Adelina os dois criaram a marca Dudalina.

E junto com a criação desta grande marca nascia um grande desejo da fundadora. Ter seus filhos bem-criados e com união nos negócios da família.

A meta de filhos era 20, você se lembra que comentamos no começo do artigo?

Por pouco o casal não chegou lá, foram 16 filhos e como também comentamos no início do artigo, o desejo de dona Adelina não foi cumprido, porque infelizmente a desunião entre os irmãos por diferentes pontos de mudança da empresa e também por poder se alastrou por anos. Veja neste link o desenrolar da história de desunião.

 

Sônia Hess, a filha que mudaria para sempre os negócios

Assumindo a presidência da Dudalina em 2003, Sônia Hess tinha muitos sonhos e um deles seria de transformar aquela marca tradicional de camisas masculinas, onde a marca era consolidada e tinha muito domínio dos processos, em uma marca também de camisas femininas Dudalina.

Foram muitas conquistas, incluindo o aumento de mais de 30% no faturamento com sua gestão, incluindo em 2010 a realização de seu sonho, o lançamento da coleção de camisas femininas sociais Dudalina.

 

Em 2011 a coleção feminina vira a queridinha das executivas

Junto a sua equipe de marketing, Sônia desenvolveu uma estratégia criativa de divulgação e fez questão de enviar pessoalmente uma camisa social da Dudalina, para diversas apresentadoras de televisão e artistas famosas.

O objetivo disto todos sabemos e entendemos o porquê!

Sendo assim a estratégia da Dudalina teve muito sucesso, onde apresentadoras como Ana Paula Padrão e Fátima Bernardes, apareceram diversas vezes em horário nobre vestindo a marca.

Conheça mais detalhes sobre essa fantástica estratégia neste link.

 

Em 2013 a Dudalina é vendida para um grande grupo americano

Entendemos que uma grande empresa possui duas fases em seu percurso de sucesso:

– A primeira fase está ligada a comprar sua concorrência nacional, ficando cada vez mais forte com um portfólio rico em marcas de qualidade.

– A segunda fase está ligada ao pico de sucesso da empresa, onde a partir daí a marca e concorrida para ser comprada por um grande grupo de investidores estrangeiros que desejam dominar o mercado, porque já possuem várias outras empresas do mesmo segmento em seu portfólio.

 

Você pode se perguntar, e se a Dudalina se negasse a vender a empresa?

Bem simples, a concorrência estrangeira iria começar a comprar outras empresas concorrentes no Brasil e, a briga seria muito desleal comparada a outras moedas como o dólar e o euro.

Bem verdade que os executivos da Dudalina não a negociariam a empresa a troco de banana, onde diversos fatores e cálculos de faturamento e lucro são considerados para definir o preço justo de venda.

Sendo assim Sônia Hess presidenta na época, resolveu vender a Dudalina, considerando também os diversos desentendimentos entre alguns de seus irmãos, que sempre discordavam de tudo, incluindo estratégias de marketing e crescimento.

Outro fator que pesou para a decisão de venda, foi o desejo que sua mãe tinha de ver a família em harmonia e não brigando por tudo como estavam.

 

Em 2014 a Dudalina se junta a Restoque

Apôs a concluir a compra da Dudalina, o grupo americano realizou a fusão de marcas com a empresa Restoque S/A, que também é dona das marcas Rosa Chá, Le Lis Blan e entre outras famosas.

 

Vídeo Institucional

Mais que uma simples produção de camisas! Ao todo o processo de uma única peça chega a passar por mais de 40 mãos diferentes, que tem o objetivo de garantir toda a qualidade que a Dudalina conquistou ao longo dos anos.

 

Rui Hess – Conta curiosidades da criação da empresa

Filho dos fundadores e também executivo da Dudalina, Rui Hess, conta neste vídeo algumas curiosidades sobre seus pais e também sobre como a marca chegou onde chegou até hoje.